Sherazade e o rei Shahryar
 
  • Quando Shahryar, o rei de um país que hoje seria entre o Irão ou a Índia, descobriu que a sua mulher lhe era infiel, mandou executá-la.

  • Ficou tão zangado que todos os dias, Shahryar casava-se com uma bela e jovem mulher e, no dia seguinte, mandava-a decapitar.

  • Shahryar também casou com Sherazade, a lindíssima filha do vizir.

  • Decidida a não morrer às mãos do rei, Sherazade fez um plano para se manter viva e escapar à execução.

  • Assim, na noite de núpcias, Sherazade contou uma intrigante e apaixonante história ao rei.

  • Mas o amanhecer chegou sem que ela tivesse acabado de contar a história e, como esta se encontrava no seu apogeu, o rei decidiu esperar pela noite seguinte para saber o desfecho.

  • Acontece que, na noite seguinte, Sherazade terminou de contar a história. Mas rapidamente encadeou nessa uma outra história ainda mais fascinante.

  • E assim, noite após noite, Sherazade contava todas as histórias que conseguia inventar e, quando o Sol anunciava o nascer de um novo dia, ela terminava o seu relato, mas sempre de forma a manter o rei interessado na noite seguinte.

  • Mil e uma noites correram, cada uma com uma história diferente. Quando Sherazade esgotou a sua fonte de imaginação, já o rei Shahryar se tinha apaixonado por ela.

  • E assim viveram felizes pelo resto das suas vidas.

  • Foi desta forma que nasceram as histórias das Mil e Uma Noites...

 
 
 
 
 

 


     
Política de Privacidade | Termos de Utilização | Quem Somos
- 2001 © Texto Editores - Todos os Direitos Reservados.